Quando a visão provoca outros sentidos !

Ao contrário do que a grande maioria pensa, a fotografia gastronômica envolve um conhecimento técnico massante, que engloba aprofundamento no conhecimento de outras culturas, estilos de vida, costumes regionais voltados a culinária (espaço, acessórios, elementos decorativos), sem dizer do perfeccionismo, dedicação e minuciosidade por parte de toda a equipe (fotógrafo, produtor/estilista, chefe de cozinha, etc).

Na obra francesa criada por Roger Hicks e Frances Schultz e intitulada Photo Culinaire, o ponto de partida para a elaboração de uma boa imagem é a escolha dos ingredientes que devem passar por uma rigorosa seleção, ou seja, o tomate não pode ser apenas um tomate, mas sim O TOMATE (um exemplo bem porcaria, mas fácil de entender).

O primeiro diferencial de uma boa foto gastronômica é a mensagem simplista que ela passa, ou seja, todo cuidado deve ser tomado para que a foto não passe a impressão de dificuldade na confecção do prato. O espectador deve se sentir capaz de fazer aquela receita sem se desanimar diante da complexidade e sofisticação apresentadas.

Imagem que passa uma mensagem simples, porém, mantendo todo o requinte através de uma boa composição.

No caso de uma foto gastronômica voltada para a publicidade, quando a foto atinge um grau elevado de perfeição, ela tem o poder de induzir o consumidor a comprar o produto mesmo que o que ele encontrará dentro da embalagem não corresponde ao que é visualizado do lado de fora da caixa, neste caso, fazendo com que o consumidor se deixe levar apenas pela sugestão(fotográfica). Sugestão que é trazida pelos signos icônicos, porém, isso já é Semiótica então é melhor não nos aprofundarmos tanto para que nossas mentes não entrem em colapso.

O segredo é causar o desejo de compra no consumidor.

Um outro estilo de fotografia gastronômica muito conhecido é o chamado “estilo de vida”, estilo esse que abre mão apenas da escolha dos ingredientes e acaba entrando na composição de todo um cenário. Se usarmos um exemplo mais tradicional como a cozinha mineira, a composição da imagem deve ser formada, além da comida típica, por utensílios, móveis rudimentares, luzes douradas, fogão a lenha… ou seja, um ambiente bem aconchegante. Caso a idéia seja algo mais requintado, faz-se uso de talheres de prata, cristais, porcelanas finas, entre outros. Ou seja, a principal característica desse estilo é a mudança do foco principal (alimentos), fazendo com que ele seja apenas um elemento a mais em meio a toda uma composição.

A produção do cenário é tão importante quanto o próprio produto.

Outro diferencial crucial é a iluminação. Quando se trabalha com ingredientes in natura e frescos, molhos, sorvetes, entre outros, a utilização do flash é de suma importância devido ao fato de outros tipos de iluminação (incandescente, por exemplo) causarem desidratação, evaporação e derretimento nesses alimentos, o que impede o fotógrafo de atingir o resultado esperado para a foto.

A iluminação de objetos translúcidos é um grande desafio para o fotógrafo.

Um detalhe bem interessante na fotografia gastronômica é que, na maior parte das vezes, a ilusão do real é criada com o uso de alguns artifícios. O macarrão não é 100% cozido para facilitar a modelagem do prato. O hamburguer não é 100% frito e o frango não é totalmente assado, sendo necessário a utilização de uma espécie de verniz para dar a coloração ideal a carne (algo quase impossível de se fazer no forno). O copo gelado não tem nada de gelado, sendo que para se conseguir esse efeito ele deve ser pintado com spray transparente fosco e, para se criar as gotas, é utilizado glicerina com conta gotas (cria-se gota a gota). Nem o gelo é real, sendo que, na grande maioria das vezes, ele é feito de acrílico. Até o sorvete é trocado por uma mistura feita à base de claras em neve e corante, pelo fato de se transformar numa massa consistente, de fácil modelagem e que dificilmente derrete. Temos também os artifícios naturais, que servem para mascarar possíveis defeitos como, por exemplo, um pedaço de queijo, salsinha ou até mesmo uma faca que podem servir para cobrir uma rachadura indesejável em uma torta salgada.

Após tudo isso, os dois últimos grandes passos são: a composição dos elementos de forma simétrica e agradável aos olhos e o estudo da iluminação.

A composição dos elementos é pura estética. Não há regra, porém, é uma das coisas mais difíceis a se fazer. Existem profissionais que trabalham somente com isso, com a produção de todo o cenário para a fotografia.

Quanto a iluminação, cabe ao fotógrafo adequá-la de maneira que valorize as texturas, tons dos elementos, entre outros fatores.

FAÇA VOCÊ MESMO!

Com base nos 2 vídeos postados abaixo, vou ensiná-los de maneira simples, rápida e bem caseira um caminho bem fácil para se conseguir uma boa composição para fotos de gastronomia.

Como vocês podem conferir nos vídeos, a foto foi feita com equipamento profissional, porém, a base a ser seguida é a mesma.

Suspenda o garfo da forma que lhe convir e fixe-o com fita crepe.

O segredo do macarrão é deixar que ele cozinhe até o ponto que dê para espetá-lo com um garfo. Caso ele cozinhe muito, você terá problemas pois ele pode se desmanchar facilmente na hora do processo de produção do macarrão.

Para o fundo, use uma cartolina preta bem afastada do macarrão, para que a iluminação da foto não interfira no tom escuro da cartolina, porém, a cartolina deve preencher todo o enquadramento.

Quanto a iluminação, deve-se usar uma fonte de luz bem acima do garfo, porém, de um ângulo que venha da parte de trás. Caso a frente do macarrão fique muito escura, usar um isopor para rebater um pouco de luz para a frente do macarrão. Use a luz de algum abajur ou até de um farolete (não é a maneira mais correta, porém…), lembrando que quanto mais afastada a fonte de luz, mais suave será o constraste (e vice-versa), porém, mais forte a luz deverá ser para que a foto não fique escura. Não utilize o flash da câmera, de maneira alguma!

Para fazer uma foto usando uma câmera comum (Cybershot, por exemplo) com um enquadramento bem próximo ao objeto e mantendo toda a riqueza dos detalhes, o segredo é usar o modo MACRO (modo esse que geralmente é representado pelo desenho de uma flor).

Quanto ao enquadramento, evite centralizar o ponto de interesse da foto. Caso tenha duvidas de como criar um bom enquadramento, clique aqui.

Seguindo essas dicas e sendo criativo para produzir o macarrão de forma harmoniosa, com certeza o resultado da imagem será igual ou até melhor que a da foto abaixo:

Composição simples, porém, de muito bom gosto.

Esse post foi especialmente criado a pedidos do pessoal do WordPress Gastronomia Contemporânea, querem saber mais sobre Fotografia ? Acessem meu WordPress Rodrigo Tomazela !

Duvidas, sugestões, reclamações? Enviem um e-mail para contato@rodrigotomazela.com.br

Texto e Fotos: Rodrigo Tomazela.

Anúncios

16 respostas para “Quando a visão provoca outros sentidos !

  • Vivi

    Adorei o Post, muito explicativo e direto, e as fotos ficaram ótimas, parabéns xD

  • paula

    Muito interessante este post nsobre a fotografia voltada para a gastronomia. Realmente uma foto deste estilo é díficil e exige não só técnica mas acredito que uma visão , digamos, publicitária, de quem vai tirar a foto. Pois assim como o exemplo do tomate, a foto tem que mostra O Prato e não só uma comidinha básica. E alias ate o básico nas mãos de quem sabe trabalhar bem com o lado artístico da foto pode torna-se algo muito legal, que chame a atençao das pessoas.
    Recentemente fiz uma matéria para uma revista na facul sobre o arroz e o feijão (pratos tifod como básico) Mas transformamos esse básico, em algo interessante. Abordamos diversas culturas gastronômicas que utilizam esses ingredientes em sua culinária, claro, cada pais de uma forma diferente e inusitada.

    è isso ai, bom trabalho!

    abraço

  • Laís Russo

    Ahhh adoreii!! Amo gastronomia e fotografia!!
    os dois juntos combinam demais! 😀
    eh mto legal, com um simples cenario vc pode tirar fotos incriveiS XD

    parabéns!!

  • Marina

    putz…olhar essas fotos só dá água na boca, né?
    amo fotografia…e amo comida!! rs
    muito legal o blog!!
    Beijos

  • Julia Malaguetta

    Adorei o post, mt interessante *-* Sempre nos deliciamos com as imagens e nunca pensamos nos procedimentos que nos faz ficar com água na boca rs Muito bom mesmo, parabéns. Bjs

  • RicardoTedeschi

    Caraca brother, saiu massa esse post hein…
    =D

  • Nayara Caron

    seu blog tá muito booom viu! e fotos são sempre uma lembrança maravilhosa..
    beeijos!

  • Sara

    Adorei o post, aqui a gente encontra tudo dês de preparar o prato até a fazer a produção para uma foto, muito bom meninos parabéns, as fotos do Rodrigo estão de parabéns =D

  • Tassia

    Que legall ..
    nao sabia que tinha toda uma tecnica elaborada assim!!
    parabens
    beijo

  • Jean Pontara

    Srs, parabéns pelo Blog. Ele esta saboroso, colorido e se pudesse usar o olfato, diria que também está muito aromático.
    Continuem nos informando sobre o que acontece no mundo da gastronomia.
    Um grande abraço do seu Amigo e Gastrólogo
    Jean Pontara

  • Ana Flávia

    Eu não fazia idéia do preparo necessário pra fazer uma fotografia gastronômica hahaha E nem imaginava todos esses artifícios xD
    Adorei o post, muito legal!!
    Parabéns (:

  • Jesebel Marchione

    Super legais as dicas, muito explicativo e interessante o Post, eu que achei que tirar foto de Gastronomia fosse fácil, que engano rsrs, gostei muito, beijos !!

  • Lia

    Muito legal o Post, gostei muito das dicas, adoro fotografia xD, o Blog está cada vez melhor, parabéns a todos um beijo !!

  • gastronomiacontemporanea

    Muito bom o post, e veio em boa hora pois me interesso profundamente no assunto.
    Abraços de Eduardo Graziano

  • Vinicius Assumpção

    Muito bom o post. O blog ta cada vez melhor. Parabéns a todos!

  • Sophia

    Gente ! Amei esse post, será que não rola umas dicas sobre fotografia de Moda ? rsrs, legal, mais um blog pra mim acompanhar ;D Beijoos !!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: