Salada ao léu.


Eu sei… preciso parar de desleixo e postar mais vezes.

O problema é que esse último mês foi extremamente corrido pra mim, tanto no quesito trabalho quanto no pessoal. Algumas novidades boas, dois finais de semana seguidos doente, alguns conflitos, frustações e mudanças na minha vida, sem dizer da interminável reforma que minha casa está passando, fato que me afastou do PC por uns tempos.

A solução foi a vinda do Alex Tommesani esse final de semana pra Tietê, o que faz com que agente deixe alguns compromissos e, principalmente, a preguiça de lado, bote a cabeça pra funcionar, pegue a câmera e bora praticar!

Antes do fechamento deste post, eu perguntei pra alguns amigos meus se eles faziam idéia de como eu fiz essa foto. As respostas foram as mais variadas possíveis:

– Photoshop, claro! Te conheço, Rodrigo…

– Salada suspensa por palitos de dente enfincados em uma placa de isopor.

– Durex!

– Aposto que você tá jogando salada pro alto e clicando desde os 15 anos de idade pra conseguir acertar essa foto.

Essa última foi interessante, até porque foi o único que acertou. Eu até respondi pra ele: “Claro! E eu gastei R$3.700,00 em salada até hoje. Afinal de contas, ela apodrecem e eu preciso substituí-las“.

Brincadeiras a parte, a cada dia que passa eu acredito mais e mais na teoria de que uma fotografia gastronômica nunca é feita da mesma maneira que o produto é preparado. O uso de glicerina para se criar gotas em copos e de protetor solar imitando leite para preencher uma tijela cheia de sucrilhos (essa é nova pra mim, vi esses dias e me surpreendi) é mais comum do que se imagina.

Prova disso é essa foto que surpreendeu 99,9% dos meus amigos (fotógrafos ou não) quando ficaram sabendo como ela realmente é feita.

O mais impressionante desses truques escondidos a 7 chaves que fazem parte da fotografia gastronômica é que, geralmente, eles são muito óbvios. Basta a pessoa botar a cabeça pra funcionar um pouco (ou muito).

A solução para essa foto é simples: use um vidro e mude o eixo da câmera.

É muito óbvio, não? Eu também achei, depois que vi sendo feito! E digo mais, o passo a passo desse tutorial nem precisa ser muito longo. Quer ver só?

Tenha em mãos um tripé, um vidro com tamanho razoável e a menor espessura possível (afinal de contas, quanto mais fino o vidro, menor o reflexo), duas cadeiras (cavaletes) e uma tábua de carne branca gigante (é, eu estava em um sítio e não tinha cartolina) para utilizar como fundo. Posicione sua câmera com um enquadramento de cima para baixo, ajuste a luz e os rebatedores da maneira que achar melhor (apenas 1 luz já é suficiente). Compre verduras com a melhor aparência possível e que tenham uma certa harmonia (no quesito “cor”). Ligue o liveview da sua câmera e vá arrumando as verduras até conseguir uma composição visualmente harmoniosa. Preencha uma vasilha com verduras e coloque-a abaixo do vidro, em diagonal, para dar perspectiva a imagem.

Após concluir esse “rápido” passo a passo (que levou 1:30, no mínimo), é só clicar, dar um tapinha no Photoshop e “receber os R$5.000,00″ que você cobrou do cliente para fazer a foto, afinal de contas…

Verduras: R$9,00

Vidro: R$20,00

Fritar o cérebro tentando achar soluções criativas: R$4.971,00

E nada pode ser usado como desculpa…

O processo mais difícil para conseguir essa imagem foi a parte de composição das verduras. Achar uma composição perfeita é algo (muito)difícil. De resto, como vocês podem ver, foi uma verdadeira gambiarra. Cadeiras de apoio pro vidro, pedaços de tronco para elevar o tripé, balde velho para modificar o ângulo do vidro, isopor para rebater… nada de estúdio bonitinho, haze gigante, flashs super potentes, entre outras coisas legais, porém, caras e que lhe levarão a um provável downgrade de vida social caso você não tenha um bom retorno financeiro para manter tudo isso.

O cenário é desanimador! Porém, o resultado final é bem gratificante.

Só queria agradecer a baita ajuda que o Alex me deu, afinal de contas, a troca de informações e o aprendizado em conjunto é o que mais vale. Ah, e já ia me esquecendo do Luis aqui do wordpress Gastronomia Contemporânea. Ele não pode estar presente no dia mas me deu toda a força para que eu realizasse esse post.

Texto e Fotos: Rodrigo Tomazela

Vejam mais em: http://rodrigotomazela.wordpress.com/

E mais ainda em: http://www.rodrigotomazela.com.br/

Duvidas, sugestões, reclamações? Enviem um e-mail para contato@rodrigotomazela.com.br

Anúncios

19 respostas para “Salada ao léu.

  • Maisa Pereira

    Gambiarras são sempre bem-vindas haha
    muito legal o processo hem, adorei. 🙂

  • Rachel Herbert

    Precisa ter mais desses Posts de fotografia xD rsrs

    São muito legais meu, tipo é algo totalmente diferente do que a gente imagina quando ve a foto pronta, gostei muito !!

    Achei esse mais legal ainda que o outro post =D

    Continue postando, eu particularmente gosto muito ^^

  • Karla Katsumasa

    Ual, que foto mais linda !!

    Adoro fotos assim, o efeito é muito bonito, da pra fazer isso com mais coisas ?

    Parabéns pelo texto e pelo seu blog, tem vários posts muito legais Rodrigo ^^

  • Lia Zimerman

    Ótimoo Post, sempre tive curiosidade em saber como eram feitas essas fotos xD

    O trabalho é enorme eim, mas com certeza deve ser gratificante depois ver a foto linda assim =]

  • Natasha

    Adorei o Post, muito bom seu trabalho, a foto da catedral está maravilhosa, muito bem feito seu site =}

    Parabéns pelo Post e pelo seu blog !!

  • Sophie Nuveau

    Poxa que demais Rodrigo, adorei o texto e principalmente as fotos, ficou muito legal, deve ter dado um trabalhão né ? Depois dizem que fotografia não é arte ¬¬

    Parabéns, continue assim, seu trabalho é ótimo xD

    • Rodrigo Tomazela

      Olha, o que mais deu trabalho mesmo foi achar uma composição agradável (ou, pelo menos, o mais próximo disso). Levou 1 hora e meia pra conseguir a foto (tirando que foi dado uns 50 clicks, no mínimo, pra conseguir essa composição final), sem falar dos 30 minutos de tratamento. Tem também o lance de ir até o mercado, e pagar de “estranho” por ficar olhando minuciosamente verdura por verdura, hahahaha. Mas enfim… vale apena!

  • Rodrigo Tomazela

    Galera do GASTRONOMIA CONTEMPORÂNEA, muito obrigado por divulgar meu trabalho… espero poder desenvolver mais materiais uteis pra vocês!
    Abraço a todos!

  • Tati Kaliu

    Muito bom, nunca tinha visto alguém explicar as técnicas assim para se fotografar, gostei muito do seu Post, e do seu Blog que é muito legal !!!!

    Meus parabéns, continue assim ^^

  • Naty Santoro

    Que legaaaaal *__*

    Amo fotografia, eu acho que vi essa foto dos morangos tbm, vi uma, não sei se é a mesma, achei super interessante, já tinha visto algumas de salada tbm, é muitoo legal mesmo !!

    Lindas tuas fotos, adorei o Beagle *__*

    Parabéns, excelente trabalho xD continue a fazer posts assim !!

  • Samara

    Aii que legal, acho muito show fotos assim, nem fazia ideia de como era, eu achava que era tudo photoshop tbm, maaas nem é né hehe

    Muito bonitas suas fotos, amei aquela do carro xD

    Parabéns !!

  • Laís Russo

    mTOO legal!! é incrivel como na foto da um visual totalmente diferente do que é

    PArabéns!!

    🙂

  • Leonardo Vianna

    Cara sensacional seu trabalho, curti muito suas fotos, eu trabalho com marketing e vc não ideia da quantidade de foto ruim que vejo todo dia, mas as suas estão de parabéns, continue assim !

  • Tassia

    Muito bom …
    foto massa!!

  • Babi

    Que foto LINDA !!

    Adorei, vi as do seu site tbm, todas ótimas, parabéns pelo excelente trabalho ;D

  • Priscila

    poooow mt legal esse post.

    cada vez melhores os posts aqui…. muito bom o trabalho
    essas curiosidades de fotos e tals, são muito interessantes
    eu nao sabia da maior parte do que ta esccrito ai
    ;O

    bom trabalho Luisss.
    Beijos

  • Sara

    Adoreei, super legal mesmo !!

    Legal vc explicar como faz, tem muita gente que esconde e tal

    Cuidado que os fotografos chatos vão começar a te perseguir eim rsrs

    • Rodrigo Tomazela

      Sara, na verdade é assim… hoje em dia muita coisa mudou na fotografia. Antigamente, quem detinha a técnica tinha um grande diferencial em mãos. Hoje em dia, com a chegada da fotografia digital (que abriu portas para o acesso a fotografia) e o crescimento das redes sociais, a técnica é algo bem acessível a todos (não muito no Brasil, pois ainda rola esse medo de divulgar conhecimento).
      Hoje em dia, conhecer técnica a fundo e ter um equipamento de ponta não dita mais nada. O poder do olhar e a critividade ainda permanecem no topo como o grande diferencial.

  • Livia Baker

    Meu, que show essa foto, curti muito !!

    Nunca que eu ia imaginar que era assim que se fazia rsrs, eu vi uma outro dia que era de uns morangos assim, só que tinha água tbm, será que é o mesmo processo ???

    Parabéns pelo Post e pela foto ;D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: